Inteligencia Artificial: descubre cómo optimiza los procesos de la industria

Inteligência Artificial: descubra como ela otimiza os processos da indústria
Conteúdo

As novas tecnologias que se apresentam diante do mercado dia após dia configuram um cenário de mudanças cada vez mais rápidas e constantes. Tecnologias da informação e da comunicação permitiram uma maior rapidez e automação de processos anteriormente sequer imaginados. Um exemplo deste conjunto de transformações é a chegada destas novas tecnologias para os processos das indústrias e da cadeia produtiva, também chamada de indústria 4.0. Adventos como computação em nuvem, coleta e processamento de dados e inteligência artificial têm sido usados como formas de otimizar a fluidez das operações na cadeia de suprimentos, sendo que esta última tem trazido significativas mudanças do ponto de vista da previsão das demandas.

O uso de softwares e outras ferramentas baseadas em inteligência artificial podem garantir uma vantagem competitiva para os agentes que aderem a ela da maneira correta. Atualmente a inteligência artificial se mostra uma ferramenta indispensável para dar base às ferramentas e operações da indústria, bem como uma garantidora de uma maior integração nas operações dos agentes da cadeia produtiva. No entanto, ainda existe muita confusão com relação aos termos e como ele pode ser vantajoso para os agentes da cadeia produtiva. Quer saber mais sobre a inteligência artificial e como ela ajuda a indústria a construir dinâmicas de trabalho mais fluidas com seus parceiros e canais? Então acompanhe-nos no conteúdo a seguir para saber tudo sobre este advento que está transformando as cadeias produtivas.

O que é inteligência artificial?

Muitos ainda ficam confusos com o termo inteligência artificial e principalmente sobre como ela realmente pode atuar dentro das operações de uma indústria de forma prática, por exemplo. Afinal de contas, o que é inteligência artificial e o que a difere de um processo automatizado comum? Antes de tudo, é preciso entender o processo de inteligência humana, já que é nela que a inteligência artificial é baseada. Um cérebro humano é capaz de realizar e hierarquizar tarefas de diferentes níveis de complexidade e sua autonomia permite uma capacidade de julgamento diante de situações diversas na vida cotidiana. A evolução da espécie humana permitiu que sua mente se tornasse capaz de fazer associações diversas baseadas em fatores como cognição e subjetividade e, assim, gere aquilo que chamamos de inteligência. É a inteligência que nos permite perceber o mundo a nossa volta e interpretá-lo de acordo com aquilo que nos é inteligível, um elemento que nos concede capacidades como resolver problemas lógicos diversos, reconhecer similaridades em situações diversas ou decidir qual a melhor rota seguir em um local de trânsito pesado, por exemplo. Por isso, a inteligência está presente tanto em elementos simples do nosso dia a dia quanto em aspectos mais complexos e que exigem raciocínio mais apurado e atenção.

Dito isso, o que exatamente a inteligência artificial tem a ver com isso? Bom, a inteligência artificial surge como uma forma de simular esta inteligência, delegando esta capacidade de julgamento e análise aos computadores, o que diminui o encargo destas tarefas simples para os próprios humanos. No momento atual, tecnologias baseadas em inteligência artificial não possuem a mesma capacidade de processamento e julgamento equivalentes ao de uma mente humana. No entanto, muito já pode ser feito graças à inteligência artificial, como é o caso de diversos aplicativos para smartphones, as assistentes virtuais e outras ferramentas tecnológicas de uso diário que utilizamos, seja para lazer, seja para trabalho.

No caso da inteligência artificial, a capacidade de julgamento e tomada de decisão acontece através de comandos construídos através de um processo de programação, conhecidos como algoritmos. São os algoritmos os responsáveis pelas diretrizes que irão definir o foco de atuação das inteligências artificiais, o que faz com que elas sejam empregadas em tantos setores diferentes, como a indústria.

Inteligência Artificial e as operações das indústrias

Para as empresas da atualidade, a inteligência artificial surge como um facilitador de processos dos processos automatizados, concedendo uma maior credibilidade e confiabilidade a estes processos. Através de uma programação e algoritmos bem construídos, a inteligência artificial pode estar presente em diversas etapas do ciclo de um produto, desde a fabricação até as implicações e dados de pós-venda (sell-out). Para os agentes da cadeia produtiva, isso significa maior versatilidade em suas operações e a possibilidade de construir ferramentas otimizáveis e de acordo com as suas necessidades nos processos.

Por conta de sua versatilidade e por contar com uma gama muito grande de possibilidades na construção de produtos e serviços, a inteligência artificial pode estar presente em todas as etapas de produção de uma indústria. Por exemplo, todo os processos de produção, transporte e venda de produtos gera uma quantidade grande de dados e informações que carecem não só de compilação, mas também de interpretação. A distribuição e a venda de um produto para o consumidor final pode ser a chave para a obtenção de insights valiosos que podem definir o ritmo de produção de uma indústria. Ao obter estes dados processados e prontos para a interpretação, os gestores da indústria conseguem prever as demandas com grande antecedência e, assim, definir quais as melhores ações daquele momento e diante para as operações seguintes. Dessa forma, a indústria corta uma infinidade de custos que poderiam ser empregados na interpretação e processamento de dados, bem como com uma economia de tempo uma vez que o processamento destes dados leva pouco tempo ou são atualizados em tempo real.

Por esses motivos, a inteligência artificial está cada vez mais presente não somente nos processos das indústrias, como também nas ferramentas de integração que permitem uma maior sinergia entre as atividades da indústria e de seus canais parceiros. Isso ajuda no prosseguimento de construção de parcerias mais fortes e bem estruturadas, já que a integração dos canais é a mais nova tendência do mercado da atualidade. Uma ferramenta com base em inteligência artificial pode conceder a gestores uma maior visibilidade dos processos e suas consequências diretas e indiretas, fazendo com que a gestão possua um foco maior nas decisões a partir dos insights, cortando uma parte do processo que demandaria mais tempo e recursos.

Em resumo, a inteligência artificial surge como a ponte entre agentes, setores e operações que anteriormente exigiam tempo, burocracias e estavam suscetíveis a diversos erros que prejudicavam a produção. Não é à toa que a inteligência artificial pode ser usada como base para operações em empresas de setores diversos e em vários modelos de negócio, já que hoje vemos a inteligência artificial em áreas como educação, saúde, transporte, entre outros.

Levando em consideração todos estes pontos sobre a inteligência artificial, a nova tendência do mercado é a integração entre agentes e operações, tudo com o objetivo de gerar uma entrega mais eficiente de produtos de alto valor agregado para os consumidores. Por isso, a inteligência artificial será uma parte cada vez mais integral para que isso ocorra nas cadeias de abastecimento de maneira cada vez mais dinâmica.

Inteligência Artificial e visibilidade de processos

À medida que a inteligência artificial otimiza processos diversos para as indústrias, também é necessário observar como estas ferramentas atendem a necessidade de cada setor da cadeia produtiva. Mais do que atender uma necessidade específica, gestores precisam observar como estas ferramentas estão atendendo a estas necessidades e qual o seu nível de qualidade em sua implementação. Neste quesito, a adoção de softwares que sejam eficazes e garantam eficácia e acurácia das informações disponibilizadas.

Sabendo disso, vemos que a indústria pode adotar softwares de integração que possibilitem uma maior visibilidade do ciclo do produto e para que a gestão da produção ganhe um caráter cada vez mais estratégico e integrado com parceiros e outros agentes da cadeia de suprimentos.

Para garantir isso, a Implanta conta com soluções em inteligência artificial voltadas diretamente para a indústria e para a previsão da demanda de seus produtos com meses de antecedência. As soluções da Implanta garantem dados com 99,8% de acurácia e em atualizados em tempo real para que o processo decisório da sua indústria seja agilizado e feito com assertividade e precisão. A solução Forecast de Demanda conta com inteligência artificial balizada por algoritmos de rede neural, o que faz com que o software considere uma gama de variáveis que vão desde comportamento de compra dos consumidores até números de estoque. Isso faz com que a solução traga insights mais precisos para a sua indústria e outras informações base capazes de otimizar as principais áreas de atuação da sua indústria. Através disso, é possível construir uma gestão mais competitiva e que toma decisões de maneira mais precisa e benéfica para a indústria e canais parceiros na cadeia de suprimentos, gerando mais valor agregado para o consumidor final.

Para conhecer estas e outras ferramentas que podem transformar a atuação da sua indústria, conheça agora as soluções da Implanta. Converse agora com um de nossos especialistas e faça da inteligência de dados a base de suas operações, gerando maior otimização dos processos e possibilitando decisões mais estratégicas e inteligentes.

¿En busca de un especialista?

Implanta tiene soluciones para integrar y analizar los datos de su cadena productiva, revelando las mejores oportunidades de negocio.

Contenido Exclusivo

Suscríbete a nuestra newsletter

es_ESEspañol