Como o IBP (Integrated Business Planning) se tornou a evolução do S&OP

Como o IBP (Integrated Business Planning) se tornou a evolução do S&OP
Conteúdo

Na gestão logística, por muito tempo, o S&OP foi uma ferramenta indispensável para o sucesso das operações.  No entanto, o IBP (Integrated Business Planning) chegou para tomar esse lugar de destaque — consolidando-se como ferramenta ideal para uma gestão logística de sucesso.

A bem da verdade, a eficiência do S&OP já foi mais do que comprovada. Não à toa ele é tão adotado no mundo inteiro. De acordo com o Hackett Group, cerca de 70% dos gestores de supply chain afirmam adotar boas práticas próprias do S&OP nas suas empresas.

E realmente, faz todo sentido.

Provavelmente você, na sua empresa, se depara diariamente com uma rotina de processos ligados ao Sales and Operations Planning. Porém, o que muitos gestores e muitas empresas perceberam é que é preciso de mais.

Enquanto ferramenta operacional, discute-se que o S&OP não oferece tanto auxílio em questões financeiras e estratégicas de negócio. E na realidade atual, é preciso contar com uma solução robusta, que se baseie na semântica e na inteligência de dados para proporcionar insights realmente valiosos.

Algo que uma ferramenta como o IBP (Integrated Business Planning) oferece. E por isso, ele é considerado a evolução de S&OP.

Neste artigo, vamos entender um pouco mais do assunto, revendo os conceitos e os paralelos entre ambas as ferramentas, além de conhecer uma solução perfeita para que a indústria se antecipe às necessidades do mercado. Confira!

Relembrando: O que é o S&OP?

O S&OP não é uma ferramenta única. Pelo contrário, há diversas variações em sua própria definição. Trata-se de um conjunto de processos que visa alinhar os setores de vendas e produção, de forma a compor um planejamento eficaz de demandas.

É, como o termo diz, um planejamento operacional e de vendas.

O S&OP existe por uma simples necessidade: um planejamento de produção bem-sucedido precisa considerar a demanda, a capacidade de produção e o fornecimento, e esse processo é conduzido a partir de uma reunião com os envolvidos na cadeia de suprimentos da empresa.

Juntos, eles analisam os resultados do mês anterior (ou período escolhido) e unem essas informações com as previsões de demanda do departamento de vendas.

Assim, de forma metódica, o S&OP é um método com propósito principal de alinhar o nível de produção de acordo com o volume esperado de vendas.

O que é o IBP – Integrated Business Planning?

E o IBP — ou planejamento integrado de negócios —, como se encaixa na posição de “próximo passo” do S&OP? Assim como no S&OP, existem muitas definições de IBP.

Talvez a melhor seja que é uma extensão dos princípios do S&OP, que visa incluir toda a organização na mais perfeita gestão do negócio. O IBP é um conceito mais amplo do que S&OP e opera em um nível superior na organização — não se limitando às vendas e produção.

Ou seja, é o processo de planejamento de negócios que estende os princípios de S&OP por toda a cadeia de suprimentos, portfólio de produtos e clientes, demanda do cliente e planejamento estratégico.

Assim, permite um verdadeiro gerenciamento contínuo dos processos. Seu objetivo é alinhar todas as funções de negócios com as metas de curto, médio e longo prazo da organização.

Aqui entra um dos grandes diferenciais da solução. Os objetivos e metas do IBP são medidos em termos financeiros e se alinham naturalmente com os orçamentos e metas de longo prazo da organização.

Assim, de forma dinâmica, o IBP auxilia as empresas na alocação correta e rentável de recursos críticos nos setores, projetos e funções mais críticos para o sucesso do negócio e a satisfação máxima do cliente.

Por que o uso do IBP substitui e evolui os processos do S&OP?

Enquanto o S&OP foca mais no aspecto operacional do supply chain, o IBP trata de abraçar todas as variáveis que possam afetar as entregas e as finanças da empresa.

O IBP pode ser utilizado como uma ferramenta que vai fornecer dados e estruturar processos que direcionem, de forma estratégica e assertiva, a organização.

Seu ponto de partida não é a previsão de vendas em número de unidades, mas sim as previsões financeiras da organização.

Embora possam representar duas medidas diferentes da mesma coisa, em que as vendas impulsionam o sucesso de uma organização, a unidade de medida e os meios de execução são diferentes. O IBP se alinha naturalmente com os números e previsões financeiras da organização, algo que não é possível com o S&OP.

Antecipe-se às necessidades do mercado com o Forecast de Demanda

Agora, e na prática, como substituir os processos do seu S&OP por um IBP bem estruturado e capaz de fornecer insights que contribuam com o negócio?

Você pode contar com uma plataforma dedicada, que se integra a todos os setores de negócio para centralizar informações e ajudar em todo seu processamento inteligente.

Ou seja, de forma direcionada para alimentar seu time estratégico com insights assertivos para complementar seu planejamento. Uma das alternativas é o Forecast de Demanda, uma solução desenvolvida pela Implanta.

Quais os benefícios da solução Forecast de Demanda?

Pense bem: nesse momento de mercado, o passado de um negócio já não serve de base para prever o futuro. As demandas são voláteis e as necessidades mudam o tempo todo.

O cenário de pandemia foi um exemplo, transformando mercados e abalando economias inteiras. Por isso, uma estrutura contemplada apenas por processos de S&OP já não basta.

A solução é apostar em dados científicos e na inteligência artificial para planejar os próximos passos do negócio. E com a Forecast de Demanda, isso é possível.

A ferramenta auxilia a indústria a coletar dados externos de diversas fontes e serve como um robusto processador de informações.

Assim, com recursos de IA, ela auxilia a indústria a reunir insights e desenvolver ações para melhorar o supply chain com mais de 90% de acurácia.

Ou seja: a indústria reduz erros na logística e elimina desperdícios na produção. Com um controle apurado e total previsibilidade de demandas, é possível lapidar ainda seus processos de precificação, bem como de promoções dos produtos.

Desse modo, o Forecast de Demanda se encaixa tanto na área logística da indústria, mas também na área de vendas, na produção e no marketing. Um verdadeiro back-office analítico para seu negócio.

Que tal saber como o Forecast de Demandas pode se encaixar como uma solução IBP em sua empresa? Converse conosco!

Procurando um especialista?

A Implanta tem soluções para integrar e analisar os dados da sua cadeia produtiva, revelando as melhores oportunidades de negócio.

Conteúdo Exclusivo

Assine a nossa newsletter

pt_BRPortuguês do Brasil