Como campanhas de incentivo te ajudam a premiar melhor seus parceiros

Como campanhas de incentivo te ajudam a premiar melhor seus parceiros
Conteúdo

Na atualidade, motivar vendedores e fidelizar parceiros, equipes, distribuidores é essencial a qualquer empresa que almeje sucesso no mercado. No entanto, muitos gestores ainda perdem várias oportunidades quando se trata de campanhas de incentivo. E mais do que isso: uma série de recursos acaba por ser mal administrada ao se criar campanhas sem objetivos claros e com dados confiáveis.

Ter um roteiro diversificado e metas concisas é apenas o primeiro passo para construir campanhas de incentivo de sucesso. Premiar os parceiros e colaboradores que trazem resultados positivos é essencial a qualquer gestor que deseja ter uma rede de pessoas engajada.

Mesmo que o tema seja de domínio de todo bom gestor de marketing, muitos ainda pecam quando aplicam campanhas sem um real controle da captura dos dados para o apontamento correto de quem deve ser premiado.

Para saber mais sobre campanhas de incentivo e quais as suas melhores formas de implantação, apuração de dados e controle, acompanhe-nos neste artigo sobre esta estratégia tão versátil.

Por que campanhas de incentivo são importantes?

Como vimos anteriormente, incentivar bons resultados, sejam eles individuais ou coletivos, é essencial no mercado altamente competitivo dos dias atuais. Por isso, as campanhas de incentivo surgem como uma forma de incentivar vendas de uma maneira que seja benéfica a todas as partes envolvidas: empresas, parceiros, colaboradores e consumidores.

Mas por que as campanhas de incentivo são tão importantes? Por ser uma estratégia extremamente versátil, as campanhas de incentivo podem se adaptar a uma gama de objetivos e metas em todos os setores da cadeia produtiva. Um bom exemplo são as campanhas de incentivo voltadas para os vendedores de um canal distribuidor.

Ao adotar campanhas de incentivo bem estruturadas, você permite não só um aumento nas vendas dos produtos da Indústria o portfólio do distribuidor, como o alinhamento de objetivos entre a cadeia de produção e venda e a viabilidade de estratégias diversas. As campanhas podem ter tanto um viés individual e meritocrático como uma abordagem coletiva que prioriza times e metas maiores.

Aumento de vendas, gerar prioridade na distribuição, fidelizar parceiros e alcançar outras metas específicas são apenas alguns dos objetivos que podem ser alcançados com a campanha de incentivo correta.

As campanhas de incentivo são também grandes aliadas das empresas de alto desempenho. Segundo um levantamento realizado em 2017 pela IRF, fundação estadunidense especializada no assunto, empresas de alto desempenho têm algo em comum: confiança em campanhas de incentivo.

O estudo, realizado com mais de 900 empresas, demonstrou que empresas com alta performance premiam seu pessoal de vendas, colaboradores e parceiros. Não apenas isso, as campanhas de incentivo com premiações não-monetárias permitiram a estas empresas resultados positivos em seus objetivos e consequentemente maior crescimento.

Sabendo disto, é possível ver que as campanhas de incentivo são mais que uma alternativa viável, elas são comprovadamente parte de empresas eficientes e eficazes. Mas afinal de contas, como criar boas campanhas de incentivo e quais os principais critérios a serem levados em conta no processo? E mais, como obter dados confiáveis para que as campanhas atingiam seus objetivos?

Alguns critérios para criar campanhas de incentivo eficazes

Muitos gestores ainda se perdem ou acabam errando ao tentar criar campanhas de incentivo que sejam efetivas e tragam o retorno desejado. Desde a definição de metas, a coleta dos dados da campanha e o resultado em números após o fim da campanha, a construção de uma campanha de incentivo exige uma série de critérios que variam de acordo com cada objetivo.

Defina as metas da campanha

Talvez a parte mais importante do planejamento, a definição das metas e objetivos é a base de qualquer campanha de incentivo. Qual a porcentagem de crescimento (vendas e distribuição, por exemplo) que você projeta para o fim da campanha? Quais estratégias são mais adequadas ao porte e ao posicionamento da sua empresa no mercado? Uma atividade que pode ajudar é a utilização do planejamento anual da empresa como base para verificar quais os principais objetivos a curto e longo prazo da empresa e definir as metas das campanhas de incentivo.

Outro aspecto importante é que, por mais que campanhas de incentivo tenham um objetivo principal, também é possível ter micro objetivos que te ajudem a atingir o objetivo maior. Definir objetivos primários vai ajudar a acompanhar o processo e perceber quais elementos da campanha estão trazendo os resultados projetados anteriormente.

Escolha o incentivo e a abordagem

Por mais que seja comum a adoção de premiações em dinheiro para vendedores e representantes comerciais, o uso de premiações não-monetárias está crescendo. Muitas empresas estão adotando uma série de parcerias que permitem premiação com produtos e serviços que atendam ao perfil dos seus colaboradores e parceiros. Para isso, estas empresas investem em plataformas próprias ou terceirizadas que oferecem um catálogo com uma série de prêmios disponíveis para a escolha dos colaboradores.

A definição de premiação, seja em dinheiro, brindes ou serviços, deve ser definida de acordo com o perfil dos seus parceiros, equipe de vendas ou colaboradores a serem premiados. O processo de escolha da plataforma ou modalidade de premiação também deve levar em conta o custo-benefício para a empresa, é preciso encontrar um equilíbrio entre a premiação escolhida e o orçamento disponibilizado.

Faça o controle do processo

Conforme visto na etapa de definição dos objetivos da campanha, acompanhar o processo de implantação e performance da campanha é essencial. Para fazer isso, você pode contar com softwares atualizados e que concedem dados precisos para saber quais parceiros e colaboradores premiar. Decisões baseadas em dados imprecisos acarretam erros na premiação, direcionamento desnecessário de recursos e, no pior dos cenários, perdas ao invés de ganhos em vendas.

Por isso, fazer o controle durante todo o andamento da campanha é uma parte importante para saber qual o andamento e performance final da campanha. Informações mais precisas em todas as frentes do ciclo permitem a você saber quais colaboradores vendem mais, que parceiros estão priorizando o seu produto e que a sua campanha está sendo efetiva. Neste caso, a inteligência de dados pode te ajudar e é um elemento essencial ao controle das campanhas de incentivo. Pois não adianta acertar no planejamento e na premiação se não se existem dados diários confiáveis para a apuração das campanhas.

Analise os resultados

Ao fim de uma campanha que gerou resultados positivos ou negativos, o momento é de seguir em frente e mudar a estratégia, certo? Errado! É verdade que em casos de resultados negativos da campanha é preciso realizar mudanças, mas apenas mudar de estratégia e formato sem dados concretos que justifiquem as mudanças. Isso serve para campanhas que deram certo, já que é impossível apontar os pontos altos da campanha de incentivo sem dados e controle feitos da maneira correta. Sempre que possível, faça o comparativo de dados em relação a períodos anteriores (mês e ano) para verificar o crescimento proporcionado pela campanha e concluir quais aspectos trouxeram resultados.

A finalização de uma campanha de incentivo é um momento de aprendizagem para a empresa, por isso as etapas de definição de metas e controle da campanha são tão importantes. É nestas etapas que o balanço final de cada campanha de incentivo é construído, através do acompanhamento e processamento dos dados necessários para dizer quais partes da campanha foram bem-sucedidas.

Dados corretos ajudam a premiar corretamente

Até o momento, você já deve ter percebido que campanhas de incentivo são processos que dependem de dados interpretados de forma precisa. Por isso, é essencial aos gestores responsáveis por essas campanhas adotarem softwares que garantam a coleta, processamento e acurácia na interpretação destes dados em todas as frentes do ciclo produtivo.

A inteligência de dados permite que a sua tomada de decisão seja mais acertada e que os processos tenham uma possibilidade de sucesso real. Em todas as áreas do setor produtivo, principalmente na indústria, etapas relacionadas a previsão de demanda e visibilidade de distribuição dependem de dados precisos.

Por isso, ao criar campanhas de incentivo verifique se o seu método de coleta e interpretação de dados nos canais é satisfatório e possui atualização e acompanhamento em tempo real. Boas campanhas de incentivo começam com uma base sólida e fundamentadas em números acertados. Os resultados satisfatórios só chegam com decisões sistematizadas e integradas com as empresas, seja na indústria, na distribuição ou no varejo.

Para saber mais sobre soluções em inteligência de dados na indústria, conte com a ajuda da Implanta IT e nossos especialistas.

Procurando um especialista?

A Implanta tem soluções para integrar e analisar os dados da sua cadeia produtiva, revelando as melhores oportunidades de negócio.

Conteúdo Exclusivo

Assine a nossa newsletter

pt_BRPortuguês do Brasil